Archive for the ‘Princesas’ Category

Disney apresenta nova capa oficial de "Princesas Disney: Siga Seus Sonhos"

Junho 18, 2009
O site UltimateDisney acaba de divulgar a arte oficial da nova edição do DVD de “Princesas Disney: Siga Seus Sonhos“, longa-metragem de animação nunca lançado no Brasil. O filme reune novas pequenas histórias das famosas princesas Disney e volta a ser lançado nos Estados Unidos em uma edição especial com um disco bônus que virá nessa caixinha de papelão avulsa, com videos musicais nunca vistos antes de “Mulan” e “Cinderela” e uma prévia exclusiva de “A Princesa e o Sapo“, por isso o grande destaque a princesa Tiana na arte do envelope de papelão.

Princesas Disney: Siga Seus Sonhos – Edição Especial” está agendado para ser lançado no Estados Unidos no dia 08 de setembro e ainda não tem previsão para ser lançado no Brasil, mas vale lembrar que o animado já está dublado, pois em alguns países a opção de áudio em português já existe e de acordo com o amigo Humberto, do Animations, as dubladoras Flávia Saddy e a Kiara Sasso já confirmaram ter feito a dublagem da princesa Aurora.


Disney apresenta nova capa oficial de "Princesas Disney: Siga Seus Sonhos"

Junho 18, 2009
O site UltimateDisney acaba de divulgar a arte oficial da nova edição do DVD de “Princesas Disney: Siga Seus Sonhos“, longa-metragem de animação nunca lançado no Brasil. O filme reune novas pequenas histórias das famosas princesas Disney e volta a ser lançado nos Estados Unidos em uma edição especial com um disco bônus que virá nessa caixinha de papelão avulsa, com videos musicais nunca vistos antes de “Mulan” e “Cinderela” e uma prévia exclusiva de “A Princesa e o Sapo“, por isso o grande destaque a princesa Tiana na arte do envelope de papelão.

Princesas Disney: Siga Seus Sonhos – Edição Especial” está agendado para ser lançado no Estados Unidos no dia 08 de setembro e ainda não tem previsão para ser lançado no Brasil, mas vale lembrar que o animado já está dublado, pois em alguns países a opção de áudio em português já existe e de acordo com o amigo Humberto, do Animations, as dubladoras Flávia Saddy e a Kiara Sasso já confirmaram ter feito a dublagem da princesa Aurora.


Princesas Disney ganham visual de Halloween

Março 26, 2009
Essa semana caiu na internet, cinco imagens sombrias das principais princesas dos estúdios de Walt Disney. Os fãs jamais viram Branca de Neve, Ariel, Bela, Jasmine e Cinderela desse jeito. Confira as belas artes produzidas por fãs.


Tiana integra o elenco de princesas Disney

Fevereiro 18, 2009
Como durante essa semana o assunto da vez são as novidades do mais novo conto de fadas do estúdio Disney, “A Princesa e o Sapo“, resolvemos fazer uma brincadeira e juntar tanto Tiana, como Gisele (“Encantada“), com as tradicionais princesas dos estúdios Disney.

Abaixo você confere duas imagens exclusivas do Planeta Disney, aonde poderá conferir a montagem feita por mim do time completo de princesas do estúdio. “A Princesa e o Sapo” estréia nos cinemas dos Estados Unidos dia 25 de Dezembro de 2009 e seu lançamento no Brasil deve acontecer em 2010.

Conheça as últimas novidades da linha Princesas Disney

Janeiro 28, 2009
A linha Princesas acaba de ganhar novidades no Brasil e nos Estados Unidos. Para os fãs da franquia, esse mês de Janeiro, foi lançado em todas as bancas de jornal do Brasil o “Almanaque Encantado de Férias Princesas“, o lugar ideal para você conhecer o mundo encantado das Princesas Disney.

O almanaque apresenta diversas atividades como páginas para colorir, passatempos e histórias em quadrinhos de suas princesas favoritas como Cinderela, Branca de Neve, Ariel, Aurora, Bela, Jasmine e a heroína Mulan. Lançado pelo preço sugerido de R$9,95, o almanaque apresenta 96 páginas de diversão.

Outra novidade é que a Disney Estados Unidos inaugurou recentemente o site oficial das princesas com novo visual e muitas novidades. Além de você conhecer o perfil de cada princesa, você poderá ver vídeos, jogar games, saber sobre seus filmes, saber dos DVDs de cada princesa e muito mais. Para mais novidades confira o site que está totalmente em inglês.


http://disney.go.com/princess/princess.html

Conheça as últimas novidades da linha Princesas Disney

Janeiro 28, 2009
A linha Princesas acaba de ganhar novidades no Brasil e nos Estados Unidos. Para os fãs da franquia, esse mês de Janeiro, foi lançado em todas as bancas de jornal do Brasil o “Almanaque Encantado de Férias Princesas“, o lugar ideal para você conhecer o mundo encantado das Princesas Disney.

O almanaque apresenta diversas atividades como páginas para colorir, passatempos e histórias em quadrinhos de suas princesas favoritas como Cinderela, Branca de Neve, Ariel, Aurora, Bela, Jasmine e a heroína Mulan. Lançado pelo preço sugerido de R$9,95, o almanaque apresenta 96 páginas de diversão.

Outra novidade é que a Disney Estados Unidos inaugurou recentemente o site oficial das princesas com novo visual e muitas novidades. Além de você conhecer o perfil de cada princesa, você poderá ver vídeos, jogar games, saber sobre seus filmes, saber dos DVDs de cada princesa e muito mais. Para mais novidades confira o site que está totalmente em inglês.


http://disney.go.com/princess/princess.html

Conheça as últimas novidades da linha Princesas Disney

Janeiro 28, 2009
A linha Princesas acaba de ganhar novidades no Brasil e nos Estados Unidos. Para os fãs da franquia, esse mês de Janeiro, foi lançado em todas as bancas de jornal do Brasil o “Almanaque Encantado de Férias Princesas“, o lugar ideal para você conhecer o mundo encantado das Princesas Disney.

O almanaque apresenta diversas atividades como páginas para colorir, passatempos e histórias em quadrinhos de suas princesas favoritas como Cinderela, Branca de Neve, Ariel, Aurora, Bela, Jasmine e a heroína Mulan. Lançado pelo preço sugerido de R$9,95, o almanaque apresenta 96 páginas de diversão.

Outra novidade é que a Disney Estados Unidos inaugurou recentemente o site oficial das princesas com novo visual e muitas novidades. Além de você conhecer o perfil de cada princesa, você poderá ver vídeos, jogar games, saber sobre seus filmes, saber dos DVDs de cada princesa e muito mais. Para mais novidades confira o site que está totalmente em inglês.


http://disney.go.com/princess/princess.html

Papo de Fã: O mundo mágico e bem real das Princesas Disney

Janeiro 14, 2009
Uma das franquias com maior força dos estúdios de Walt Disney são as Princesas Disney. Sobre esse assunto, um de nossos visitantes e fã do Planeta Disney, Jandir Freitas Gomes, montou um artigo falando um pouco sobre as principais princesas do estúdio, buscando inspiração numa matéria da revista Veja e num artigo do site Cinema com Rapadura. Confiram abaixo:

O mundo mágico e bem real das Princesas Disney

O século XX foi pródigo em lançar ícones culturais e é nessa conjuntura que se insere a obra de Walt Disney. Seu estúdio foi pioneiro, lançou o primeiro longa-metragem de animação da história: Branca de Neve e os Sete Anões (1937). Após anos de insucesso, com filmes aclamados pela crítica, mas castigados pela bilheteria, os estúdios Disney lançam o longa Cinderela (1950) e é com ele que a empresa consegue deslanchar. Mais seis animados com heroínas dando as cartas no enredo foram produzidos pelo império de animação nos anos seguintes e fizeram sucesso.Isabela Boscovi, colunista da revista Veja, chegou a afirmar que a Disney é um império sustentado por um punhado de princesas.

Essa afirmação, longe de ser exagero, não deixa de ter uma verdade. As heroínas Disney possuem um perfil cativante, que empolga os expectadores, seja criança ou adulto. As qualidades pessoais de Bela, Jasmine, Ariel ou Cinderela nos mostram também um pouco do perfil dos homens e mulheres do século XX e início do século XXI. A maioria dessas princesas foi adaptada de contos que se espalharam pela Europa na Idade Média e foram coletadas na época do Romantismo por escritores como os Irmãos Grim ou criados nesse mesmo contexto histórico, como no caso de “A Pequena Sereia” (1989) de Hans Christian Andersen.

Branca de Neve, a primeira adaptação dos estúdios Disney causou encanto nos expectadores na época da exibição. A primeira princesa do estúdio é gentil, graciosa, ingênua, não recua diante da opressão da madrasta, amas permanece submissa a ela. Quando, no ápice do filme, ela por ingenuidade aceita da malvada a maçã, que lhe causará a morte (ignorando as advertições dos seus amigos anões), a película expressa um pouco a pureza infantil dos tempos em que não havia esse despejo de informações que temos hoje, e que ás vezes prejudica boa formação das crianças e dos jovens. No entanto, a mesma pureza que resguarda pode pôr em perigo e o exemplo de Branca de Neve é mestre nesta lição. No final do filme, a protagonista é salva ao ser beijada pelo príncipe, pondo em evidência a realidade de uma época em a mulher em quase tudo dependia do homem. Detalhe: Branca de Neve conheceu seu príncipe no início do filme, mas somente no fim há um beijo. Soa estranho nos tempos hodiernos, em que beijo na boca virou cartão de visitas. Depois do sucesso do primeiro filme, Disney lança um filme de princesas treze anos depois.

Cinderela (1950) foi um sucesso. A história da jovem que é tratada como empregada pela madrasta e as meia-irmãs, e só é salva deste calvário quando conhece o príncipe e se casa com ele é o retrato de uma época em que para ascender socialmente, a mulher tinha que se casar com um “bom partido”. Cinderela preserva algumas características de sua precursora, Branca de Neve: é ingênua, prendada, não responde às agressões da madrasta e suas filhas, mas tem um diferencial: é ativa, luta para conseguir ir ao baile do palácio. Talvez por conta disso, seja ela a mais popular heroína da Disney.

Em 1959, vem “A Bela Adormecida“. Aurora, a protagonista é obrigada a viver no ostracismo, longe da família e do castelo até os dezesseis anos, quando a bruxa Malévola a faz dormir para todo o sempre. Não fosse a ação das fadas protetoras de Aurora e do príncipe Filipe, o filme seria bem chato. Aurora é a protagonista menos ativa da filmografia Disney e como as anteriores, tem de ser liberta por meio do príncipe, deixando bem claro a mentalidade da época quanto ao papel feminino: esperar quietinhas para que os homens ajam.

Depois da história de Aurora, a Disney passa por um “jejum de princesas”, só quebrado trinta anos depois com “A Pequena Sereia” (1989), animação que tirou o estúdio do limbo após fracassos de bilheteria. Tanto Ariel quanto as heroínas do ocaso do século XX e início deste século tem em comum a liberdade, o poder de quebrar as regras opressoras, que ameaçam tirá-las da direção de suas vidas. São elas que tomam a iniciativa, como Bela em A Bela e a Fera” (1991), que indiferente ás investidas do “gostosão” da vila onde morava, aprecia a beleza interior, o que a faz se apaixonar pela Fera. Defendem a vida e a honra de sua família e de seu povo, lutando pela paz (Pocahontas – 1995 e Mulan – 1998). Algumas possuem até mesmo um ego inflado (característica comum, infelizmente no homem pós-moderno) como no caso da Jasmine de “Aladdin” (1992), deixando mais uma vez claro que a cultura é o espelho do tempo.

Por último, as princesas Disney mostram a angústia humana neste começo de século entre o culto exagerado á razão ou a escuta aos apelos da emoção cega como se vislumbra na Giselle de “Encantada” (2007). Mas, assim como a protagonista, o ser humano “cai na real” de que não dá para preservar uma inocência ilimitada sem ser vitimado pela selvageria moderna. O caminho mais prudente é o meio-termo. Viver sem fantasia pode descolorir a vida, mas exacerbá-la pode resultar num escapismo perigoso.

Assim, não existe maneira mais interessante de se compreender o tempo passado e o presente do que mergulhar no seu universo cultural. Os heróis e heroínas dos filmes Disney escondem mais pérolas do que a nossa imaginação suspeita.

Texto: Jandir Freitas Gomes

Papo de Fã: O mundo mágico e bem real das Princesas Disney

Janeiro 14, 2009
Uma das franquias com maior força dos estúdios de Walt Disney são as Princesas Disney. Sobre esse assunto, um de nossos visitantes e fã do Planeta Disney, Jandir Freitas Gomes, montou um artigo falando um pouco sobre as principais princesas do estúdio, buscando inspiração numa matéria da revista Veja e num artigo do site Cinema com Rapadura. Confiram abaixo:

O mundo mágico e bem real das Princesas Disney

O século XX foi pródigo em lançar ícones culturais e é nessa conjuntura que se insere a obra de Walt Disney. Seu estúdio foi pioneiro, lançou o primeiro longa-metragem de animação da história: Branca de Neve e os Sete Anões (1937). Após anos de insucesso, com filmes aclamados pela crítica, mas castigados pela bilheteria, os estúdios Disney lançam o longa Cinderela (1950) e é com ele que a empresa consegue deslanchar. Mais seis animados com heroínas dando as cartas no enredo foram produzidos pelo império de animação nos anos seguintes e fizeram sucesso.Isabela Boscovi, colunista da revista Veja, chegou a afirmar que a Disney é um império sustentado por um punhado de princesas.

Essa afirmação, longe de ser exagero, não deixa de ter uma verdade. As heroínas Disney possuem um perfil cativante, que empolga os expectadores, seja criança ou adulto. As qualidades pessoais de Bela, Jasmine, Ariel ou Cinderela nos mostram também um pouco do perfil dos homens e mulheres do século XX e início do século XXI. A maioria dessas princesas foi adaptada de contos que se espalharam pela Europa na Idade Média e foram coletadas na época do Romantismo por escritores como os Irmãos Grim ou criados nesse mesmo contexto histórico, como no caso de “A Pequena Sereia” (1989) de Hans Christian Andersen.

Branca de Neve, a primeira adaptação dos estúdios Disney causou encanto nos expectadores na época da exibição. A primeira princesa do estúdio é gentil, graciosa, ingênua, não recua diante da opressão da madrasta, amas permanece submissa a ela. Quando, no ápice do filme, ela por ingenuidade aceita da malvada a maçã, que lhe causará a morte (ignorando as advertições dos seus amigos anões), a película expressa um pouco a pureza infantil dos tempos em que não havia esse despejo de informações que temos hoje, e que ás vezes prejudica boa formação das crianças e dos jovens. No entanto, a mesma pureza que resguarda pode pôr em perigo e o exemplo de Branca de Neve é mestre nesta lição. No final do filme, a protagonista é salva ao ser beijada pelo príncipe, pondo em evidência a realidade de uma época em a mulher em quase tudo dependia do homem. Detalhe: Branca de Neve conheceu seu príncipe no início do filme, mas somente no fim há um beijo. Soa estranho nos tempos hodiernos, em que beijo na boca virou cartão de visitas. Depois do sucesso do primeiro filme, Disney lança um filme de princesas treze anos depois.

Cinderela (1950) foi um sucesso. A história da jovem que é tratada como empregada pela madrasta e as meia-irmãs, e só é salva deste calvário quando conhece o príncipe e se casa com ele é o retrato de uma época em que para ascender socialmente, a mulher tinha que se casar com um “bom partido”. Cinderela preserva algumas características de sua precursora, Branca de Neve: é ingênua, prendada, não responde às agressões da madrasta e suas filhas, mas tem um diferencial: é ativa, luta para conseguir ir ao baile do palácio. Talvez por conta disso, seja ela a mais popular heroína da Disney.

Em 1959, vem “A Bela Adormecida“. Aurora, a protagonista é obrigada a viver no ostracismo, longe da família e do castelo até os dezesseis anos, quando a bruxa Malévola a faz dormir para todo o sempre. Não fosse a ação das fadas protetoras de Aurora e do príncipe Filipe, o filme seria bem chato. Aurora é a protagonista menos ativa da filmografia Disney e como as anteriores, tem de ser liberta por meio do príncipe, deixando bem claro a mentalidade da época quanto ao papel feminino: esperar quietinhas para que os homens ajam.

Depois da história de Aurora, a Disney passa por um “jejum de princesas”, só quebrado trinta anos depois com “A Pequena Sereia” (1989), animação que tirou o estúdio do limbo após fracassos de bilheteria. Tanto Ariel quanto as heroínas do ocaso do século XX e início deste século tem em comum a liberdade, o poder de quebrar as regras opressoras, que ameaçam tirá-las da direção de suas vidas. São elas que tomam a iniciativa, como Bela em A Bela e a Fera” (1991), que indiferente ás investidas do “gostosão” da vila onde morava, aprecia a beleza interior, o que a faz se apaixonar pela Fera. Defendem a vida e a honra de sua família e de seu povo, lutando pela paz (Pocahontas – 1995 e Mulan – 1998). Algumas possuem até mesmo um ego inflado (característica comum, infelizmente no homem pós-moderno) como no caso da Jasmine de “Aladdin” (1992), deixando mais uma vez claro que a cultura é o espelho do tempo.

Por último, as princesas Disney mostram a angústia humana neste começo de século entre o culto exagerado á razão ou a escuta aos apelos da emoção cega como se vislumbra na Giselle de “Encantada” (2007). Mas, assim como a protagonista, o ser humano “cai na real” de que não dá para preservar uma inocência ilimitada sem ser vitimado pela selvageria moderna. O caminho mais prudente é o meio-termo. Viver sem fantasia pode descolorir a vida, mas exacerbá-la pode resultar num escapismo perigoso.

Assim, não existe maneira mais interessante de se compreender o tempo passado e o presente do que mergulhar no seu universo cultural. Os heróis e heroínas dos filmes Disney escondem mais pérolas do que a nossa imaginação suspeita.

Texto: Jandir Freitas Gomes

Brasil recebe "Disney On Ice: Princesas"

Setembro 23, 2008
Já imaginou poder ver todos os seus personagens Disney favoritos no mesmo palco juntos? A Disney apresenta para os brasileiros o espetáculo “Disney On Ice: Princesas“, onde reune todas as rincesas mais queridas juntas, pela primeira vez na história do Disney on Ice, em uma super produção. Os momentos mais comoventes de sete décadas se entrelaçam nesta experiência única.

Mas não são apenas as princesas que tem vez não, o espetáculo mágico traz uma convidada especial, a fadinha Tinker Bell, que se tornou conhecida e querida por todas as crianças, desde sua primeira aparição no clássico “Peter Pan” e hoje volta numa original e nova franquia, onde agora éa a protagonista da Disney Fadas. Além de livros e produtos, a Disney estréia agora dia 05 de Novembro em Disney DVD, o primeiro filme solo da personagem, “Tinker Bell: Uma Aventura no Mundo das Fadas“.

Produzido pela Feld Entertainment, Inc., Disney On Ice: Princesas é um espetáculo que combina coração, humor e esperança para conseguir a vitória do Bem sobre o Mal e da felicidade sobre a tristeza, sempre narrado através dos olhos das sete Princesas. A pista de gelo se transforma em encanto com um castelo giratório de três andares. À medida que mudam os cenários do castelo, o público viaja ao redor do mundo – do reino de Cinderela para a cidade de Agrabah, onde mora Jasmine, até a China de Mulan. O gelo é palco para um espetáculo de patinação sincronizada com uma romântica coreografia, roupas brilhantes e lindas princesas, que inspiram o público ao transformarem seus sonhos em realidade.

Para o produtor Kenneth Feld, Transportamos o público para um lugar mais mágico do que imaginavam, captamos a essência da Disney através das histórias, que envolvem pessoas de todas as idades, dando ao show um atrativo universal“.

Ao falar do espetáculo, o diretor, Jerry Bilik, revela que “A estrela deste show é a emoção“. “Do humor e entusiasmo ao romance e a alegria, fazemos com que os sentimentos mágicos destas histórias ganhem vida. Há momentos excepcionais em todas estas histórias, que ultrapassam a pista de gelo e chegam aos últimos assentos do estádio.

O “Disney On Ice: Princesas” irá oferecer aos pais a oportunidade de se conectarem com seus filhos nesse grande espetáculo. Kenneth Feld afirma que “compartilhar estas histórias de otimismo, que mostram que é possível vencer as adversidades com o poder da amizade e do amor. Os pais vão se comover ao verem como os olhos de seus filhos se iluminam enquanto se emocionam com os personagens deste fantástico evento“.

Sobre a superfície espelhada do gelo, foi construído um castelo de três andares. “Este cenário é o maior que já criei, maior inclusive do que qualquer cenário da Broadway“, afirmou o cenógrafo Eduardo Sicangco. “Produzir apenas um castelo para sete maravilhosos contos de fadas foi um desafio delicioso.” Decorado com pinturas coloridas e enfeites brilhantes, o castelo se transforma para revelar um palácio árabe, um reino marinho, um luxuoso salão real de baile e muito mais. Peter Morse, responsável pela iluminação e ganhador de um prêmio Emmy, ilumina o exterior do castelo, proporcionando dimensão e efeito, além de encher o interior de brilho.Um elenco de destaque internacional de mais de 40 patinadores artísticos, ganhadores de vários prêmios, atuam sob as ordens dos coreógrafos mundialmente renomados Tom Dickson – nomeado Coreógrafo do Ano pela Associação de Patinadores Profissionais e a Associação Profissional de Patinadores Artísticos dos Estados Unidos em 2002, 2003 e 2004 – e sua esposa, Catarina Lindgren, que já participou das Olimpíadas.

Para esta 23ª produção do Disney On Ice, o casal incorpora o atual fenômeno internacional de patinação sincronizada na coreografia de alto impacto do Disney On Ice: Princesas. Dickson e Lindgren dirigem mais da metade do elenco em manobras rápidas e repletas de detalhes, com precisão para criar formações únicas sobre o gelo. Para os números latinos, os patinadores vão acrescentar samba. Ousadas atuações em dupla causarão grande impacto e elegantes bailarinos no gelo vão proporcionar o romance aos números favoritos, como “Você é o Meu Príncipe Azul” (Era uma Vez um Sonho), “Isto É o Amor” e “Um Mundo Ideal“.

O figurino, do talentoso e premiado figurinista da Broadway, Gregg Barnes, completa a grandiosidade do show. Com centenas de metros de tecido translúcido, lantejoulas e muito brilho, Barnes faz com que cada princesa brilhe de forma impressionante. Todos os patinadores vestirão roupas majestosas, cheias de luxo. Para elaborar suas peças, Barnes recorreu a diversas lojas, incluindo um fabricante de tecidos para vestuário eclesiástico, buscando encontrar o aspecto exato que desejava. Do cenário à coreografia, passando pelo figurino e a iluminação, cada detalhe foi cuidadosamente planejado e executado para criar o Disney On Ice: Princesas.

Ao unir estes mágicos momentos em uma maravilhosa produção, cheia de humor e otimismo, o público experimenta seus sonhos transformados em realidade. Feld Entertainment, Inc., é líder mundial em produção de espetáculos ao vivo, com 25 milhões de espectadores por ano. As produções da Feld Entertainment – que atualmente incluem Disney On Ice, Disney Live! e o Circo Ringling Bros. Barnum & Bailey – estiveram em 50 países e seis continentes.

Apresentações:
# São Paulo, Ginásio Ibirapuera
– de 19/8/2008 7/9/2008

# Rio de Janeiro, Ginásio Maracanãzinho
– de 10/9/2008 a 14/9/2008

# Belo Horizonte, Ginásio Mineirinho
– de 17/9/2008 a 21/9/2008

# Rio de Janeiro, Ginásio Maracanãzinho
– de 24/9/2008 a 28/9/2008

# Porto Alegre, Ginásio Gigantinho
– de 1/10/2008 a 5/10/2008

Para saber mais informações sobre o espetáculo confira o site oficial.